Museu Marítimo de Ílhavo
HOMENS E NAVIOS DO BACALHAU

Arquivo digital que documenta as campanhas bacalhoeiras desde o início do século XX

Logo MuSEAum

5.º Prémio Octávio Lixa Filgueiras - Candidaturas abertas

19 Março 2021
5olfsitemuseu0 1 772 2500

A 5.ª edição do concurso bienal “Prémio Octávio Lixa Filgueiras” tem candidaturas abertas até 31 de maio próximo, com entrega de trabalhos até 30 de agosto de 2021. O concurso visa promover a investigação na área da cultura marítima, evocando a obra e memória de Octávio Lixa Filgueiras, um dos mais reconhecidos investigadores portugueses em temas de cultura do mar.


Candidaturas até: 31 maio 2021
Submissão de trabalhos até: 30 agosto 2021
Divulgação do trabalho premiado: 20 novembro 2021


Organizado pela Câmara Municipal de Ílhavo, através do Museu Marítimo de Ílhavo, este prémio tem um valor monetário de 2.500 euros e destina-se a galardoar autores de dissertações académicas ou de trabalhos de investigação inéditos e realizados no âmbito da cultura marítima-fluvial, nomeadamente nas áreas da História Marítima, Arquitetura Naval, Antropologia Marítima, Arqueologia Subaquática, Patrimónios Marítimos e Museologia.

As candidaturas devem ser formalizadas até 31 de maio, através de formulário disponível em www.museumaritimo.cm-ilhavo.pt, que, depois de preenchido, pode ser entregue pessoalmente ou enviado por correio para o Museu Marítimo de Ílhavo ou por email para ciemar.mmi@cm-ilhavo.pt. O regulamento do concurso está também disponível no mesmo site. O vencedor será anunciado no dia 20 de novembro de 2021, no âmbito do Dia Nacional do Mar.

O Prémio de Estudos em Cultura do Mar Octávio Lixa Filgueiras foi instituído em 2012, pelo Museu e pela Câmara Municipal de Ílhavo, aquando da doação definitiva do arquivo pessoal do professor arquiteto Octávio Lixa Filgueiras. Trata-se de uma reconhecida homenagem à memória deste notável académico, da sua singular investigação e uma manifesta extensão do seu rico espólio documental e valiosa biblioteca.

Na anterior edição, que se destacou por uma participação ampla e diversificada, o júri distinguiu o trabalho de Mafalda Batista Pinheiro Pacheco, com o título “Fuzeta – um núcleo urbano piscatório singular”, que se destacou por apresentar um estudo consistente, que resulta num grande contributo para a salvaguarda do conhecimento da história urbana, em particular de uma comunidade muito relevante no contexto algarvio, cujo conhecimento é ampliado numa perspetiva multidisciplinar.

Normas de participação

Ficha de inscrição