Museu Marítimo de Ílhavo
HOMENS E NAVIOS DO BACALHAU

Arquivo digital que documenta as campanhas bacalhoeiras desde o início do século XX

Lançamento do livro “O Mar. Uma História Cultural”, de John Mack

19 Maio 2018
Site 4 1 772 2500

Esta obra de John Mack, tendo em consideração que grande parte da população mundial vive em zonas litorais ou junto a elas, retrata o múltiplo envolvimento delas com o mar, a diversidade dos próprios mares, das tecnologias marítimas, muito especialmente a prática da navegação, e as diferentes culturas estabelecidas em torno do mar e dos marinheiros, mostrando de que forma as duas esferas, a da terra e a do mar, nunca estão completamente separadas. Em “O Mar. Uma história cultural”, John Mack recorre à historiografia, à arqueologia marítima, à antropologia, à história da arte, à biografia e à literatura para levar a cabo um levantamento inovador das águas que nos cercam.
O Museu Marítimo de Ílhavo associou-se à edição deste best-seller da literatura universal ligada à cultura do mar, que estará disponível nas principais livrarias do país e igualmente na livraria do Museu.

 

19 maio | sábado | 16:30

Lançamento da tradução portuguesa do livro “O Mar. Uma História Cultural”, de John Mack

Edição BookBuilders / Museu Marítimo de Ílhavo, com prefácio de Álvaro Garrido

 

Ação integrada na sessão comemorativa do Dia Internacional dos Museus

 

Livro do dia na TSF, a 20 de abril - ouvir aqui: https://goo.gl/jhLESp


 

Notas Biográficas

John Mack é professor de Estudos da Arte do Mundo na Universidade de East Anglia e um dos mais importantes antropólogos britânicos da actualidade. Além do livro, The Sea – a cultural history (2011), é também autor de Museum of the Mind: Art and Memory in World Cultures (2003) e The Art of Small Things (2007). Foi curador do departamento de Etnografia do Museu Britânico (Museu da Humanidade) e curador sénior do Museu Britânico em geral. As suas áreas de especialização centram-se no estudo antropológico e artístico de África e do Índico Ocidental. Desde 2009 que é membro da Academia Britânica.